O algodão brasileiro na época da revolução industrial

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

José Jobson Andrade de Arruda

Resumen

Há pouca discordância entre os especialistas sobre o papel do algodão no contexto da revolução industrial em sua escala europeia. Tergiversam apenas sobre o grau de importância desta matéria-prima estratégica no lançamento da industrialização, considerando-se que a dinâmica dessa indústria tornou-se referência vital na determinação da taxa de aceleração do ramo têxtil e de seu impacto sobre os demais setores da indústria, que nos permite identificar este setor como revolucionário. A manufatura de algodão foi de grande importância não apenas para a Inglaterra, mas também para outros países continentais como França e Portugal nos quais, no princípio do século XIX, o dinamismo das manufaturas têxteis intensificou-se, despertando o interesse público e privado em alçá-las do nível de manufaturas pré-industriais ao patamar de estruturas produtivas modernas, configurando-se um contexto histórico singular que denominamos a época da revolução industrial.
Palabras clave:
algodão, revolução industrial, colônias, metrópoles

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##