As duas pontas da crise: as falências das casas bancárias em 1864 vistas de cima a baixo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Thiago Vinícius Mantuano da Fonseca
https://orcid.org/0000-0003-1347-2018
Thiago Alvarenga de Oliveira
https://orcid.org/0000-0003-3708-7456

Resumen

O presente artigo tem como objetivo principal contribuir à elucidação de um dos momentos mais críticos da recente estrutura financeira brasileira – a chamada Crise do Souto – em 1864 na cidade do Rio de Janeiro. Partimos da premissa que é necessário conhecer melhor o funcionamento e negócios das Casas Bancárias para entender os motivos e efeitos imediatos da crise na sociedade. Dessa forma, o artigo é estruturado da seguinte maneira: uma introdução que debate as interpretações contemporâneas e pesquisas historiográficas sobre a crise; uma análise dos principais credores e outra dos devedores dessas casas bancárias e, por fim, nossa hipótese sobre a atuação das casas bancárias na preeminência da crise.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Métricas de PLUMX

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##